Bolsonaro ameaça, mas não demite Mandetta

Em telefonemas a ministros Mandetta declarou: “Ameaça não dá. O presidente tem de tomar uma decisão”.
O Ministro da Saúde foi o assunto mais comentado na tarde desta segunda-feira (6). Tudo em função de boatos que surgiram informando que o presidente Jair Bolsonaro estaria determinado a demitir o atual ministro, e em seu lugar assumiria, Osmar Terra.
Segundo informações o presidente já tinha decidido pela exoneração do ministro, mas no final da tarde foi convencido por militares, como os ministros Walter Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Governo), de que a melhor decisão seria manter o ministro por enquanto.
Alguns nomes apontados para ocupar o cargo caso Luiz Henrique Mandetta são o deputado federal Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania, a imunologista e oncologista Nise Yamaguchi, diretora  do Instituto Avanços em Medicina, ou o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres.

Fonte: Revista Veja

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423