Decretada prisão preventiva de autor confesso de homicídio de transexual em Santa Maria


O Poder Judiciário, por meio do Dr. Ulysses Fonseca Louzada (magistrado titular da 1ª Vara Criminal), decretou – por solicitação da Polícia Civil – a conversão da prisão temporária em prisão preventiva do autor confesso do homicídio da transexual assassinada na madrugada de 12 dezembro, em Santa Maria.

A prisão preventiva foi decretada para resguardar a ordem pública, bem como para assegurar a conveniência da instrução criminal.

Vale lembrar que, na sexta-feira (13) à noite, o Poder Judiciário havia decretado a prisão temporária do investigado, através do magistrado plantonista (Dr. Rafael Pagnon Cunha). Tal decisão foi imprescindível para que o autor do crime fosse preso no sábado (14) de manhã, após ser interrogado na Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP).

A Guarda Municipal de Santa Maria atuou nas investigações no monitoramento das imagens das câmeras públicas. Policiais civis da Delegacia de Polícia de Formigueiro-RS também auxiliaram nas diligências investigativas.


Segundo o Delegado Gabriel Gonzales Zanella os três homicídios de transexuais ocorridos em 2019 em Santa Maria foram rapidamente esclarecidos pela Polícia Civil. “Ressaltamos que os quatro homicidas permanecem presos preventivamente. A qualificada e célere investigação policial destes crimes é resultado de um diuturno e dedicado trabalho em equipe da Polícia Civil, especialmente por meio dos policiais civis da DPHPP. A motivação dos homicídios não está relacionada à homofobia e à transfobia”, destacou o delegado. 
 
As informações são da DPHPP.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423