“Emergencial”? O drama de quem precisa dos R$600,00

A senhora Loidi Ferreira Rodrigues aguarda a mais de 4 horas por atendimento para efetuar o saque do auxilio emergencial. Foto: Mateus Ferreira

Na manhã desta quarta-feira uma cena se repetiu em frente a agência da Caixa Econômica Federal no Calçadão de Santa Maria. Uma enorme fila se estendia pela frente do Clube Caixeiral e continuava pela Rua Dr. Alberto Pasqualini até a esquina com a Rua Floriano Peixoto com cerca de 250 pessoas. O motivo de todo esse aglomerado de pessoas era o mesmo, a busca pelo saque dos R$ 600 do auxílio emergencial disponibilizado pelo governo Federal.
A redação da 102.7 esteve no local e presenciou novamentes os mesmos problemas que já havam ocorrido na segunda e terça-feira. O público que vem até a agencia até respeita o distanciamento mínimo de dois metros nos primeiros metros de fila, onde existe as demarcações no solo. Mas de um certo ponto o distanciamento é ignorado e muitas pessoas se aglomeram na fila que em alguns momentos perde totalmente a organização. Ao menos todas as pessoas faziam uso correto da máscara de proteção.
Mas um problema gravíssimo que ocorre é a não utilização de uma fila preferencial, o que faz pessoas de mais idade ficarem horas na fila, foi o que ocorreu com a senhora Loidi Ferreira Rodrigues, 58 anos, ela estava a quase 4 horas na fila e reclamava de dores nas pernas por ficar tanto tempo em pé esperando atendimento.
A senhora Loidi espera na fila com um documento de identidade em mãos e relatou estar enfrentando dificuldades como a baixa de alimentos em casa, o auxilio nesse momento é de extrema importância para a dona de casa que contou já ter sido aprovada no aplicativo da caixa, mas que teve muita dificuldade para conseguir encaminhar a solicitação.
Conversamos também com alguns funcionários da Caixa que trabalham na agência, por motivos internos eles não são autorizados a dar o nome, mas podem passar informações. Um dos funcionários até fez um apelo para as pessoas respeitarem o calendário de pagamento, ir apenas uma pessoa fazer o saque para evitar aglomeração e portar sempre documento de identidade (RG), carteira nacional de habilitação (CNH) ou o modelo novo da carteira de trabalho.
Lembrando que nesta quinta-feira o pagamento é para nascidos em Julho e Agosto, e para concluir o saque, é preciso fazer a atualização do aplicativo CAIXA Tem, fazer o login, selecionar a opção “saque sem cartão” e informar o valor que será retirado. O app vai gerar um código autorizador para saque, com validade de duas horas, que deve ser utilizado nos caixas eletrônicos, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes CAIXA Aqui. O  saque está disponível exclusivamente para clientes da Poupança Social Digital. Os beneficiários do Bolsa Família, pessoas que já têm poupança na Caixa e correntistas de outros bancos não precisam baixar o app.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423