No RS, índices de feminicídio mais que triplicam no mês de janeiro

Nesta segunda-feira (10), o governo do estado divulgou dados referentes aos números da criminalidade no Rio Grande do Sul. Se em 2019 o Estado teve os menores índices criminais da década, os dados do primeiro mês de 2020 não apenas consolidam esse resultado como também apontam que a redução de delitos se intensificou. O acompanhamento mensal da Secretaria da Segurança Pública (SSP) mostra que o número de vítimas de homicídios no Estado em janeiro caiu 36,7%, de 229 no mesmo mês do ano anterior para 145 – o menor total desde 2007, quando houve 138 óbitos.

Enquanto isso, no combate à violência contra mulher o cenário acende alerta pela necessidade de conscientização e engajamento dos gaúchos. O número de feminicídios no Estado em janeiro aumentou de três casos em 2019 para 10 neste ano.
Entre as vítimas, apenas uma contava com medida protetiva concedida pelo Judiciário. Ou seja, na quase totalidade os casos só chegaram às autoridades quando ações preventivas já não eram mais possíveis.

Em Santa Maria apenas neste domingo duas denúncias graves

Neste domingo (9), uma mulher de 39 anos foi atacada pelo ex-marido com golpes de facão na Região Norte de Santa Maria. O fato aconteceu na Rua Praia dos Ingleses – Vila Brenner – Bairro Divina Providência, por volta das 14h20min, quando o homem, de 49 anos, invadiu a casa da sua ex-mulher e a agrediu com facão atingindo a vítima no pescoço e os dedos de uma das mãos quando ela tentava se defender do agressor. A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU e conduzida a Unidade de Pronto Atendimento – UPA.

A Brigada Militar, ao chegar ao local, identificou o homem de facão em punho. Conduzido para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento – DPPA, autuado em flagrante foi recolhido à Penitenciária Estadual de Santa Maria – PESM pelos policiais civis de plantão.


A segunda agressão aconteceu com uma mulher de 35 anos, que foi agredida pelo ex-companheiro, por volta de 20h também deste domingo (9). O homem, de 43 anos, teria arrombado a porta do apartamento onde ela mora, começado a agredi-lá com tapas, chutes e socos. Ele ainda teria arrancado a roupa da mulher para que ela não pudesse fugir. A principal motivação do caso seria porque ele não aceitava o fim do relacionamento.

A Brigada Militar foi acionada pelos vizinhos. O homem ao saber da chegada dos policiais, o agressor fugiu com a bolsa da vítima, que continha celular e documentos. 

O caso foi registrado na Delegacia de Policia de Pronto-Atendimento, como lesão corporal.

DENUNCIE

As denúncias podem ser feitas por qualquer um que depare com casos de agressões, sem a necessidade de se identificar, tanto por meio do Disque 100 quanto pelo Disque Denúncia 181. Nesse último canal, também há possibilidade de fazer a comunicação pela internet, no site da SSP, no Denúncia Digital 181.

Indicadores criminalidade JAN2020 7

Texto – Jornalista Karohelen Dias – Rádio Medianeira

Fonte e gráficos: Secretaria de Comunicação Social do Rio Grande do Sul.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423