Osmar Terra: “A quarentena não impede a proliferação do vírus e não ajuda a saúde da população”.

Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Foi com está declaração que o atual deputado federal Osmar Terra fala a respeito do cenário de pandemia que vivemos no país. Osmar Terra já foi Ministro do Desenvolvimento Social no governo de Michel Temer, e Ministro da Cidadania no governo Jair Bolsonaro. Atualmente exerce o sexto mandato como deputado federal pelo estado do Rio Grande do Sul.
Recentemente Osmar Terra concedeu uma entrevista para a reportagem da 102.7 onde abordou seu ponto de vista a respeito do cenário que vivemos no Brasil em função do surto do COVID-19.
Quando questionado sobre a quarentena implementada no país, Terra declara ser contra, explicando que a quarentena não impede a proliferação do vírus e não ajuda a saúde da população. O deputado ainda explicou que acredita que no Brasil existam inúmeras pessoas assintomáticas, e transmitindo o vírus.
Com relação ao contágio, Terra esclarece que quando se chegar em números em que metade da população estiver contaminada o vírus para de crescer, e diminuir a velocidade de contágio. Mas por enquanto, mesmo com quarentena, o que se vê no Brasil é o aumento da curva.
Questionado sobre os primeiros casos do coronavírus, ele acredita que o vírus já estivesse circulando na China desde novembro de 2019, e nesse mesmo período já estivesse no norte da Itália, isso tudo levasse em consideração estudos das moléculas do vírus mostrando que ele tinha alterações que estavam sendo feitas.
Também Osmar Terra acredita que esse vírus já estava circulando aqui no Brasil antes mesmo do carnaval, e os governadores já deviam ter essa informação e mesmo assim permitiram que o carnaval ocorresse nas duas grandes cidades do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro. Mas de acordo com estudos feitos o carnaval ajudou na contaminação e na elevação desta curva de contagio. E mesmo que tivesse sido feito a quarentena no início esses números de contaminados não seriam diferentes.
O ex-ministro ainda declarou que não existe nenhum trabalho científico mostrando que trancando as pessoas em casa o vírus não se propagaria. E lembra que na época do H1N1 nada foi fechado e não houve quarentena.
Osmar Terra foi polêmico ao disser que “Não adianta fechar nada, não adianta fazer quarentena. Tudo isso não altera o curso da epidemia, enquanto não chegar a 50% de pessoas contaminadas não chega no pico e quando chega no pico e descer, teremos 60% de pessoas contaminadas. Nesse momento o que precisa ser feito é proteger os idosos e pessoas do grupo de risco”.
De acordo com o deputado essa quarentena esta quebrando o brasil, e é preciso voltar a trabalhar, tomando as devidas medidas de prevenção, mas é necessário que se volte a movimentar a economia, porque esta sendo quebrado o país sem alterar em nada a doença.
Questionado sobre os países que fizeram quarentena Osmar Terra deu a seguinte declaração: “Os países que não fecharam o comércio, tem menos mortes do que países que fecharam, exemplo é a Coréia do sul e Cingapura. Inclusive o Brasil errou em fechar, e também estão sendo feitos poucos testes aqui no país, é necessário mais testes e mais medidas de prevenção, usar máscara, usar álcool gel e proteger principalmente os idosos e pessoas do grupo de risco. No país já deve existir milhões de pessoas infectadas e contrariando o ministro Mandetta, Osmar Terra disse que a curva de contagio vai chegar no pico na terceira semana de Abril, e a curva vai cair no final de Maio”.
E segundo o deputado, os rumores de que ele assumiria o ministério da saúde são equivocados, em nenhum momento ele pediu para ser ministro, mas sim ajudou o atual ministro Luiz Henrique Mandetta com informações importantes para lidar com o surto de coronavírus.
Osmar Terra ainda fez outra polêmica declaração, afirmando que vai morrer menos pessoas de coronavírus do que de gripe no inverno que enfrentaremos aqui no estado do Rio Grande do Sul.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
  • (55) 3222-9500 (Telefone Geral)
  • (55) 3222-0210 (Estúdio)
  • (55) 98423-6878 (Whatsapp)
  • [email protected]
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423