Preço da gasolina já ultrapassa R$ 6,00 na maior parte do Brasil

Neste mês, a Petrobras aumentou mais uma vez os preços dos combustíveis nas refinarias do país. Em 6 de julho, os valores médios de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras passaram a ser de R$ 2,69 e R$ 2,81 o litro, respectivamente.

O acréscimo de R$ 0,16 (6,3%) na gasolina comum já impacta diretamente o valor cobrado nos postos. Segundo a Ticket Log, empresa de gestão de frotas, o preço médio do combustível no Brasil é de R$ 6,015. Desde fevereiro deste ano, o valor médio da gasolina estava na faixa dos R$ 5, de acordo com registros da companhia.

Depois de atingir R$ 6 por litro de gasolina no início do ano, o Acre continua sendo o estado com o combustível mais caro do país. Na semana passada (de 11 a 17 de julho), a Associação Nacional do Petróleo (ANP) registrou o valor de R$ 6,99 para o litro de gasolina comum no território acreano. O Rio Grande do Sul é o segundo estado com o preço mais alto: R$ 6,97, de acordo com a associação.

Dos 27 estados – incluindo o Distrito Federal –, apenas cinco praticam um preço abaixo dos R$ 6 para a gasolina: Amapá (R$ 5,27), Maranhão (R$ 5,89), Paraíba (R$ 5,85), Roraima (R$ 5,67) e Santa Catarina (R$ 5,97).

O diesel, por sua vez, sofreu um acréscimo de R$ 0,10 por litro (3,7%), alcançando a média de R$ 4,73 no país, segundo a Ticket Log. Goiás tem o valor mais alto: R$ 6,39, de acordo com a ANP.

Vale lembrar que o aumento do preço gasolina nas refinarias tem influência, mas não reflete diretamente o preço final nos postos. O valor que chega aos consumidores depende de outros fatores para a formação da precificação, como os impostos e as demais despesas para a distribuição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423