Prefeitura interdita Clube Caixeiral e outros dois pontos na Cidade

Os desdobramentos da chuvarada dos últimos dias, em especial a da última quinta-feira (28), seguiram ao longo do fim de semana e desta segunda-feira (1º), quando equipes da Prefeitura de Santa Maria deram continuidade aos trabalhos para resolver os problemas causados pela enxurrada que atingiu o Município. Entre as providências tomadas, o Executivo, por meio da Defesa Civil Municipal e das secretarias de Estruturação e Regulação Urbana e de Gestão e Modernização, interditou, parcialmente, o passeio público da Rua do Acampamento em frente ao Clube Caixeiral, na manhã desta segunda-feira (1º). O último piso da edificação também foi interditado, e o passeio público na Rua Alberto Pasqualini (antiga Rua 24h) segue fechado parcialmente. 

O superintendente da Defesa Civil Municipal, Adão Lemos, explica que essas contenções nas calçadas e no prédio que abriga o clube são preventivas para garantir a segurança de pedestres que circulam no entorno do Caixeiral, já que uma parte do telhado cedeu no dia 24 de janeiro em decorrência da chuva. O presidente do clube recebeu a notificação de interdição da Prefeitura, por meio da Defesa Civil, na manhã desta segunda-feira (1º). 

O responsável pelo Caixeiral também foi notificado pelo Executivo municipal, na última quinta-feira (28), por meio da Fiscalização de Terrenos e Edificações da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana, e tem um prazo de 30 dias para acatar as seguintes solicitações: retirada de lustres e aparelhos de ar-condicionado que ficam na parte externa do prédio, colocação de tapumes ao redor do prédio e apresentação de um laudo técnico sobre a situação do telhado. 

“Nós fizemos vistoria interna e externa da edificação e constatamos a necessidade dessas intervenções pela segurança dos pedestres. Vamos seguir acompanhando a situação estrutural do Caixeiral junto aos órgãos responsáveis e com o presidente do clube”, salienta o superintendente da Defesa Civil, Adão Lemos.

OUTRAS INTERDIÇÕES
Ainda, no domingo (31), devido aos riscos gerados por um buraco que se formou na calçada da Rua Pinheiro Machado, entre as ruas do Acampamento e Professor Braga, a parada de ônibus do local precisou ser interditada. A Defesa Civil isolou a área, e a Coordenadoria de Trânsito e Mobilidade Urbana transferiu, provisoriamente, o ponto de ônibus do local para o trecho da Pinheiro Machado logo após a Rua Professor Braga. Um fiscal do Consórcio SIM está no local orientando os usuários do transporte coletivo sobre a mudança temporária. A Defesa Civil fez a vistoria no local e deve notificar o responsável pela calçada onde o buraco foi originado devido a um problema em um ramal de água. A parte do conserto referente à Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) foi realizado ainda no domingo, mas é preciso restaurar a calçada danificada. 

Outra interdição ocorreu na sexta-feira (29), em um prédio desabitado na Avenida Nossa Senhora Medianeira. Parte da estrutura do prédio, que chegou a abrigar uma agropecuária, desabou por conta da chuvarada. O proprietário do local foi orientado, e a área foi toda isolada para não oferecer risco aos motoristas e aos pedestres que passam pelo local.

DOAÇÕES
O superintendente da Defesa Civil destaca que há previsão de instabilidade no clima até esta quarta-feira (3). Por conta da previsão de chuva, as equipes estão de prontidão para atender aos chamados da população e seguem monitorando áreas de risco que podem ser atingidas por alagamentos e deslizamentos de terra, principalmente.

Desde a última quinta-feira, a Defesa Civil atendeu 78 ocorrências com 234 pessoas envolvidas. Até a manhã desta segunda, mais de 125 metros de lonas foram entregues para a população. Já as doações beneficiaram 10 famílias, que receberam cinco colchões, quatro cestas básicas e um fogão.

As doações para as famílias mais atingidas continuam sendo recebidas. As principais necessidades são fraldas descartáveis, alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza. As doações podem ser feitas na sede da Defesa Civil, na Avenida Pedro Cezar Saccol, 605 (eixo secundário 8), no Parque Industrial e Tecnológico de Santa Maria (antigo Distrito Industrial), ao lado do Tecnoparque. 

Pedidos ou solicitações de ajuda para a Defesa Civil Municipal podem ser feitos pelo WhatsApp (055) 99217-8122. A Guarda Municipal também segue mobilizada para atender emergências, de modo que pedidos podem ser feitos por meio da Central de Monitoramento, que recebe chamados da população, durante 24 horas, pelo telefone 153.

Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423