Prefeitura trabalha para resolver problemas causados pela chuva em Santa Maria

A forte chuva que atingiu o Município de Santa Maria no final da tarde desta quinta-feira (28) acumulou mais de 70 milímetros em apenas duas horas, o que causou diversos transtornos no trânsito e para moradores em todas as regiões da cidade. Equipes da Prefeitura trabalham para resolver os problemas causados pela chuvarada em todas as regiões de Santa Maria. Os pontos mais críticos devido a alagamentos foram registrados no Bairro Jóquei Clube, na Rua Cláudio Amândio; no Bairro Noal, nas ruas Bege e G; e no Bairro Divina Providência, na Vila Brenner. 

Entre o início da noite de quinta-feira e a manhã desta sexta-feira (29), a Defesa Civil Municipal atendeu dezenas de chamados e pedidos de ajuda. Foram 36 residências afetadas com alagamentos, sendo cerca de 145 pessoas atingidas e uma gestante que foi realocada. Já foram entregues 55 metros de lonas. As equipes da Defesa Civil estão fazendo vistorias em 14 pontos da cidade.

Nesta manhã, o prefeito Jorge Pozzobom e o vice, Rodrigo Decimo, juntamente com os servidores das secretarias de Infraestrutura e Serviços Públicos, Estruturação e Regulação Urbana e Mobilidade Urbana, estão realizando vistorias e pontuando os problemas mais críticos registrados no Município, para fazer o atendimento emergencial às famílias atingidas pela chuvarada.

Na Rua Oscar Henrique Zappe, no Bairro Itararé, um buraco de grande proporção, que foi aberto em decorrência das últimas chuvas, já está sinalizado. A empresa Continental, responsável pela obra de drenagem que havia sido realizada no local, adotará as medidas necessárias para o conserto da rede pluvial. O trânsito está em meia pista no local.

Na Rua Conde de Porto Alegre, no Centro, em frente à Escola Estadual de Ensino Médio Professora Maria Rocha, o solo cedeu próximo ao meio fio por deslocamento da rede pluvial. O local foi vistoriado e sinalizado com cone e cavalete.

Na Avenida Borges de Medeiros, no Bairro Salgado Filho, a empresa Conpasul, responsável pela obra de macrodrenagem na avenida, já adotou as medidas necessárias para a drenagem das águas e para dar mais fluidez ao trânsito.

Outra equipe atendeu a registro de alagamento no loteamento Madre Paulina, no Bairro Nossa Senhora Medianeira. O problema foi causado pela grande quantidade de lixo e galhos de árvores que foram lançados junto ao Arroio Cancela, obstruindo a galeria pluvial junto à Avenida Hélvio Basso. Uma equipe de servidores realizou a desobstrução da galeria e deve fazer nova vistoria no local. Em outra ação, os servidores estão trabalhando no Beco da Tela, no Bairro João Goulart, para reconstruir um bueiro que foi rompido. 

Outra ocorrência segue sendo atendida na Avenida Medianeira. Nesta manhã, o telhado e a parede de uma residência, que estava desabitada, caíram sobre em um terreno baldio ao lado. A Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros e uma equipe da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos fizeram vistoria no local. O trânsito nesse trecho da Avenida Medianeira está sinalizado em meia pista até que o proprietário da residência providencie tapumes para o local do desabamento.

Trânsito
A Coordenadoria de Trânsito e Mobilidade Urbana monitora, desde a quinta-feira, as principais vias atingidas pelo aguaceiro, como a Avenida Liberdade, no Bairro Patronato, e ruas e avenidas nos bairros Pinheiro Machado, Medianeira e Camobi. As equipes seguem verificando os semáforos, mas, até o momento, não houve registro de desligamento dos sistemas.

Doações
A Defesa Civil informa que está recebendo doações de roupas, alimentos e materiais de construção para ajudar as famílias mais atingidas pelos alagamentos. As doações podem ser feitas na sede do órgão, na Avenida Pedro Cezar Saccol, 605 (eixo secundário 8), no Parque Industrial e Tecnológico de Santa Maria, ao lado do Tecnoparque. 

Pedidos ou solicitações de ajuda para a Defesa Civil Municipal podem ser feitos pelo WhatsApp (055) 99217-8122. A Guarda Municipal também segue mobilizada para atender emergências, de modo que pedidos podem ser feitos por meio da Central de Monitoramento, que recebe chamados da população, durante 24 horas, pelo telefone 153.

Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423