Segunda-feira foi de retorno presencial em escolas da Rede Municipal de Santa Maria

Depois de um ano e meio longe das salas de aula, os estudantes da Rede Municipal de Ensino (RME) voltaram a ser recepcionados nas escolas. Nesta segunda-feira (9), as instituições que ainda não estavam com atividades presenciais retomaram a modalidade de maneira híbrida, com ensino remoto e presencial e de forma escalonada. 

Desde 18 de maio, instituições de ensino da rede já faziam o acolhimento dos estudantes e passavam pelo período de adaptação. Esta segunda-feira era a data limite para a retomada das atividades presenciais, após o recesso, conforme o decreto 83/2021

Apenas duas escolas municipais seguem apenas com ensino remoto, pois as instituições passam por reformas. Quando os serviços forem concluídos, os estudantes voltarão a ser atendidos presencialmente, de maneira escalonada e com ensino híbrido.

A secretária de Educação, Lúcia Madruga, entende que o papel da mantenedora é atender às exigências legais e providenciar meios para a segurança de estudantes, professores e demais servidores no retorno presencial. A titular da pasta salienta que as normas são necessárias para alinhar a conduta e proporcionar ações coerentes de todos diante da complexidade do momento.

“O decreto traz uma orientação sobre questões que achamos importantes, como ocupar ao máximo os espaços da escola, seguindo todos os protocolos. E que as escolas tenham o olhar de cuidar as crianças que estão com mais dificuldade no processo de aprendizagem, principalmente com o ensino remoto”, esclarece Lúcia.

A Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Glaci Corrêa da Silva, na Vila Brenner, foi inaugurada em 14 de março de 2020, dois dias antes dos fechamentos em função da pandemia. Mas, desde 28 de junho deste ano, está atendendo as crianças de forma escalonada, com ensino remoto e presencial. O diretor da escola, Luís Moraes, conta que a administração segue todos os protocolos, do número de pessoas permitido por sala de aula, aos cuidados de higienização.

“Foi uma pena ver a escola fechando em seguida à inauguração. Mas em junho começamos o acolhimento das crianças. Então, fizemos o recesso e desde o dia 2 de agosto estamos de novo atendendo as crianças. É um processo de adaptação, para eles, para os professores, para as famílias, mas estamos tomando todos os cuidados, desde trocar o sapato das crianças na entrada da escola, distribuição de álcool em gel e ensinando aos pequenos sobre a importância do uso da máscara, e eles entendem bem”, comemora Moraes.

Desde 18 de maio, as escolas da Rede Municipal de Ensino estão liberadas para o retorno das atividades presenciais a partir do modelo híbrido. O Sindicato dos Professores Municipais (Sinprosm) chegou a deflagrar greve ambiental, encerrada em 5 de julho. Entre as reivindicações da categoria estava o pedido da imunização dos docentes e profissionais da educação, solicitação que a Prefeitura acatou, de modo que mais de 8,4 mil trabalhadores da educação de Santa Maria já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19.


Secretaria Extraordinária de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423