Um descanso para a família e amigos de Amarildo Júnior

Desde o dia 5 de novembro, o desaparecimento de Amarildo Afonso da Silva Júnior, de 34 anos, causou constante desespero a família e amigos que procuravam o homem desaparecido.

O mistério que rondava o sumiço de Amarildo chegou ao fim neste sábado, 14, quando a localização de um corpo submerso em meio a galhos no Rio São Sepé, trouxe a possibilidade de finalmente solucionar o caso.

Por volta das 15h30min, um pescador teria sentido um cheiro muito forte quando localizou o corpo no rio. O Corpo de Bombeiros e Polícia Civil acompanharam o caso. Os bombeiros e a Funerária Fileno removeram o corpo do interior do rio no final da tarde deste sábado em um local de difícil acesso.

Familiares teriam identificado e reconhecido que o corpo realmente é de Amarildo Júnior, por conta das características das roupas e tênis em que ele estava no dia em que desapareceu.

Na manhã deste domingo, 15, o corpo de Amarildo foi encaminhado ao IML de Santa Maria. Devido ao avançado estágio de decomposição, será realizada coleta de DNA no corpo para apurar as circunstâncias da morte. A coleta de material genético também será feita em um familiar para que a comprovação de que o corpo é de Amarildo, de fato, seja oficializada.

O exame laboratorial é feito em Porto Alegre e o laudo da perícia dura cerca de uma semana para ficar pronto, no entanto, a certidão de óbito deverá ser emitida ainda neste domingo.

Depois que o IML liberar o corpo, o serviço funerário realizará o sepultamento que está previsto para ocorrer na localidade de São Rafael. Devido ao avançado estado de decomposição, não será possível a realização de velório.

Informações: O Sepeense.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Avenida Rio Branco, 809  –  Centro  –  Santa Maria/RS  –  CEP 97010-423